Sobre os ciganos

caravan_gypsy
Conta a história que, há cerca de quatro mil anos, eles saíram da Índia para nunca mais deixar de transitar entre os diversos países, as diversas culturas, diferentes cidades e lugares. Passaram pela Europa, sofreram na pele a ardência da inquisição e, entre muitas andanças, encontraram também o Brasil. Eles, os ciganos, hoje habitam tendas ou apartamentos, preservam os ritos e as características culturais como elementos identificadores e continuam tendo a fama de negociantes natos. São, entretanto, um povo que ainda luta pelo mínimo no que se refere a direitos humanos, como ter, por exemplo, um simples registro de nascimento. E imploram: esqueça aquela história de que roubam criancinhas. A única coisa que pretendem tirar de nós é o preconceito.

Os ciganos têm explicação para o medo que ainda sentem surgir nas pessoas ao se depararem com suas vestes típicas e dentes de ouro. Para eles, o preconceito ainda existe porque vem com a educação. Desde pequenos somos ensinados que os ciganos são ladrões de crianças, são pessoas não confiáveis, mas na verdade, acho que são taxados assim pela diferença de toda sua cultura e tradição! (Gente, não podemos generalizar tal afirmação… Ou seja, cigano rouba crianças? Não, o homem seja ele, branco, negro, cafuso, mameluco… enfim…)
Estamos em pleno século XXI galera, será que ainda cabe preconceito?
Será que não somos todos seres humanos com direitos e deveres?
Acho que todo e qualquer ser humano tem direito à educação, a um registro de nascimento, vcs não acham?
Mas por incrível que pareça, isso ainda não é uma realidade… Ainda existem ciganos sem educação e sem registros…
Sei que não mudo nada ao postar aqui, quisera eu poder fazer a diferença, mas ao menos posso abrir os olhos de alguns e fazê-los atentar para o seguinte fato:
A tradição dos ciganos é a coisa mais preciosa que eles carregam consigo; Vivência, histórias, uma verdadeira bagagem cultural, se pudéssemos trocar informações e idéias só nos enriqueceria….
Bem, essa é minha modesta opinião, né?
Bjkas a todos e boa noite!

Anúncios

About Flavita / Misaki

Meu nome é Flavia, mas tenho vários apelidos, dentre eles sou conhecida por Flavita, Hadassa, atualmente Misaki. Tenho 37 anos, sou carioca e um dos meus hobbies é a literatura...Adoro ler!!! Capricorniana, vivo me cobrando... Amo a Anne, minha filhota, por ela faço muitos sacrificios e não me arrependo... Sou geniosa às vezes, pode -se dizer que sou meio díficil de lidar, embora conheça pessoas piores... E como disse a queridíssa Clarice, faço das palavras dela, as minhas: "E se me achar esquisita, respeite também. até eu fui obrigada a me respeitar."

22 responses to “Sobre os ciganos”

  1. Raissa says :

    Sou descendente de ciganos e tenho que concordar com o preconceito. ele ainda existe…mas as tradiçoes vivem até mesmo na minha familia, que já está um tanto misturada com europeus,amerindios brasileiros, etc… Minha avó acende todos os dias uma vela a um santo (nao sei qual) e a deixa queimar até que se apague sozinha… é uma tradiçao dos ciganos que eles façam isso e outras coisas que minha avó passou para mim e minhas primas e nós nao demos ouvidos… tenho orgulho do meu sangue cigano, como tenho das outras micigenaçoes, mas nao sei se seria uma boa cigana…até leio um pouquinho de mao e tenho dom pra predestinaçao, mas isso..fica pra outra historia….

    Nao podemos deixar de lembrar que os ciganos tambem já nao sao mais os de antigamente… eles ainda mantem as tradiçoes, mas nao como antigamente. sim eles tinham dente de outro e usavam roupas estravagantes, mas nada se comprarva aos maltrapiilhos de hj. osd Ciganos eram excelentes ourives e se vestiam na maoir pompa… se existe preconceito hj em dia é pq eles nao sao mais os de antes… sao apenas charlatoes se dizendo CIganos…

    Bjinxxx

    MIGA

    Saudades

    Curtir

  2. Artur Constante says :

    Não sei muito sobre os ciganos e evito comentar sobre a vida que eles levam. Eu mesmo já morei em muitos lugares e sinceramente não gostei desses êxitos, porque não construi uma história longa nos lugares onde residi. Com relação ao preconceito abordado,acho que não deveria existir, mas o ser humano tem seus defeitos e limitações que precisam ser corrigidos por cada indivíduo, sem o qual nada se terá senão uma geração cada vez mais preconceituosa.Mas não devemos pensar que ser preconceituoso é não aceitar a vida levada por cada um. A pessoa não deve ser criticada e apontada, mas os atos que por ventura elas vierem a praticar isso deve ser pesado, o fato e não a pessoa.

    Curtir

  3. Márcia e Cristina says :

    Oi Flavita
    Postagens críticas e inteligentes sempre levam as pessoas a pensar; assim, vc já está fazendo a diferença…
    Acho q parte do preconceito que alguns alimentam contra os ciganos vem da situação delicada (já passei por isso algumas vezes) em que uma mulher vestida com roupa típica se aproxima, pega a sua mão sem sua permissão e começa a falar sobre vc (msm à revelia). No final, vc precisa contribuir com algum dinheiro. Isso é constrangedor, e gera um sentimento negativo no imaginário popular, que acaba se misturando ao povo cigano em geral. Mas cada um deve se policiar, para evitar julgar todo um povo de acordo com o comportamento de alguns.

    Curtir

  4. roberto says :

    eu sei q esse povo e alegre e divertido eu sei sobre eles mais sobre o q eu sigo q e umbanda conehço uma cigana chamada dalila q me ajuda muinto salve o povo cigano salve aruanda !!!!

    Curtir

  5. Marcio Alexandre says :

    Oi Flavia, tudo bem? Todo preconceito, antes de tudo, parte do desconhecimento da história do outro. Cada povo a seu lugar e a seu tempo, construiu um conjunto de valores culturais que são constitutivos de sua identidade, não é diferente com o povo cigano.

    Seu texto é importante por ilustrar isso e demonstrar clamente o quanto precisamos, antes de tudo, conhecer a diversidade cultural que cada povo carrega em si.

    Parabéns, o texto está ótimo, esclarecedor e contundente no sentido de combater qualquer forma de preconceito.

    Curtir

  6. Morena says :

    Acho q temos q respeitar todas as culturas seja ela qual for. Mas sempre tive curiosidade de saber mais a respeito da cultura dos ciganos, acho q por ser bem diferente da nossa e tbm por, em sua meioria, nao terem um lugar fixo pra morar.
    Gostei do seu pedaço viu!

    Beijaooo da Morena!

    Curtir

  7. Ana says :

    O preconceito no Brasil é brutal.
    E infelizmente não está próximo de acabar.
    O brasileiro é um povo de misturas, de varias raças, e se cada uma delas convivessem em harmonia, metade desses chamados crimes de ódio, não existiria.

    Curtir

  8. Coisas de Meninas says :

    Oi Flavita,nosso site Coisas de Meninas, escolheu seu blog para repassar um *meme*.Passa la pra pegar..bjuuu

    Curtir

  9. Natália says :

    Flavia…deixei selos pra vc la no Meninas da Bahia

    bjos

    Curtir

  10. Creuza Moura says :

    Querida

    demorei um bocado pra vir comentar porque achei o texto razo, faltou um pouco mais de informação. (um link para o artigo que te inspirou, resolveria o caso). o que tenho a dizer? her… Bem…
    Então Amanhã 21/03 é o dia internacional contra a discriminação racial. que me leva apensar nesta sociedade hipócrita, que cria datas, erige monumentos, e ao mesmo tempo levanta barreiras, sociais e de relacionamento imensas, sem necessidade pratica. Estamos tão apegadoas a costumes que dificilmente fazemos uma autocrítica ( é com ou sem hifem?) engolimos sem pensar o que é feito a tanto tempo…
    Talvez alguns pontos possam ser explicados como a falta de confiança, afinal os caras eram nômades, ora estavam ali e daqui a pouco podiam não estar mais… a falta de raiz e o descompromisso com algumas questões suscitam mesmo a desconfiança mas nada que uma boa conversa não tire a limpo. não conheço nehum cigano, (minto conheço o Cigano Igor, que ia se casar com a Dara… mas acho que este não conta…)
    as pessoas precisam repensar seus conceitos, eliminar os Pré – Conceitos, aceitar mais o outro pelo que ele é , ( tô ficando repetitiva?), com o que ele é , exercendo a palavera RESPEITO em sua plenitude. Tlvez assim consigamos a tão sonhada Paz mundial.

    um grande Beijo

    Curtir

  11. Flavinha says :

    Oi!
    Tem presente pra você lá no maldosas!
    Passa lá!
    Um xero!

    Curtir

  12. Juliana says :

    Deixei um selinho no meu blog para você!!!
    Adoro o blog!!!
    Bjos

    Curtir

  13. Rogue says :

    Amiga….Ja vi muitos ciganos no interior..hj creio q estao diminuindo..nao sei.
    Legal o texto.
    bjs

    Curtir

  14. Thiago says :

    Interessantíssima a questão levantada pela Flávia. De fato, ainda hoje, muitos torcem o nariz dizendo que não são preconceituosos, ou se fazem de pessoas honestas e castas no tocante a este mal que nos assola, ainda que em pleno século XXI.
    De fato, há em nossa sociedade um ranço de maldade e preconceito que vem de nosso antepassados, os quais sempre nos impulssionavam a ter atitudes ruins, maldosas ou maléficas com relação a mendigos, pessoas de rua ou ainda ciganos. Contra eles nos insurgíamos, levantávamos palavras caluniosas e agressivas sem que aqueles sequer nos tivessem dito ou feito algo.
    Portanto, é preciso que tentemos tirar de nós, e me incluo sem demagogia, este sentimento repugnante e vil de acharmos que somos superiores ou melhores que outros povos ou raças.
    O nosso Deus é um só, e ainda que nossas aparências sejam diferentes, devemos sempre ter em mente que somos pessoas de carne, osso e, acima de tudo, irmãos em Cristo.

    Curtir

  15. Cadinho RoCo says :

    Não dá pra generalizar mas também não dá pra ignorar que os ciganos, até por possuírem cultura própria, são seres indolentes e que por serem nômades dão sustento a uma socialização própria, hermética. Com isso, grande parte desses seres espalhados sobretudo pelas cidades do interior não roubam criancinhas, mas roubam dinheiro, objetos diversos e por aí vai. Hoje vivemos num Brasil em que a palavra preconceito ficou por demais distorcida, posto que os que mais clamam pela quebra de preconceito, são os que mais fomentam o preconceito e isso termina por criar um propósito tão protecionista quanto indevido. É sempre bom sermos prudentes com temas que envolvem sutilezas que por muitas vezes terminam é por usar e abusar da nossa boa fé.
    Cadinho RoCo

    Curtir

  16. Kacau says :

    oiiiii Flavita, como esta? muito bom sua abordagem, é a mesma coisa com os índios, mas é como vc escreve, a educação vem desde cedo, só assim ela vai acabar, mas pra isso os pais tem que estar abertos a conhecer outras culturas e povos diferentes do cotidiano. Preconceito esta na cabeça de cada um. bjs

    Curtir

  17. Raissa says :

    Migaa..tem presente lá no meu blog pra vc…de selinho a MEME..pessa la pra conferir…

    Bjinxxxx

    aH1! Bombou esse topico em menina???

    Curtir

  18. mili says :

    achei interessnte pra cacau a sua explicação,foi muito bom ,até mesmo para clarear nossa mente,muito legal isso.

    Curtir

  19. Romannys ou Romas,ciganos Não. says :

    As questões ainda continuam complexas,pela falta de informações fiaveis,desta cultura milenar que já tem algo perto de 3 a 4 mil anos.Este povo,que tantos erroneamente conhecem como “ciganos”,pois assim chamados,deriva se de uma posição preconceituosa,já eram conhecidos como “romanys”,um povo nomade,e habilidoso nas técnicas dos metais,originários das terras,que hoje conhecemos como sul do atual Egito,,e trabalharam de forma escrava nas construções das piramides dos Faraós – Antigo Egito.
    A falta de informação,é devida,segundo especialistas de sociologia,por conta da trasnmissão da própria cultura de forma exclusivamente oral,e principalmente pela transmissão do próprio idioma “romanês”,que é apenas falado,pois não possui escrita. Sendo assim,as maiorias das antigas tradições,são só passadas a quem fala o idioma,logo que tenha sido educador,em uma familia romany,ou quem seja convidado a entrar,e participar desta cultura,mesmo que de forma superficial.É de certa forma,neste caso que eu me encaixo.Mas,em quanto não existirem biografos e historiadores romanys,quase a totalidade do que se sabe,é sim obras de ficções,bem longe e inverídicas,da realidade comum desta antiga e nobre cultura.
    Por conta disto,existem tantos mistérios,e alguns oportunistas de plantão,lançam se indevidamente literaturas menores,inventando coisas,espalhando crendices preconceituosas,e fantasiando outras,seguindo suas maléficas invenções,mascarando sobre uma cultura,que pouco sabem e conhecem.De certa forma,é a mesma coisa,com nossas tradições indigenas,que poucos sabem verdeiramente,e inventam loucuras e aberrações,como o exemplo de aparecer Caboclos Tupinambás e Tupiáras,em festas de Umbanda,como se algum espirito de indio,reencarnado,fosse sair dos braços de Tupã,e voltar na voz de um “Preto-Velho”em um cavalo,afro-descendente,para oferecer mandingas e despachos.É uma brincadeira só,e tem gente que acredita ainda,sem buscar as verdadeiras informações sobre às culturas antigas.Também é assim,com esta cultura,que as literaturas pequenas,chamam de Ciganos,Gitano,Gips,que tem mais haver com um rítimo de música latino-espanhola de consumo fácil,do que com a verdadeira Cultura milenar e antiga do Povo Romany.

    Curtir

  20. Alvaro Rodrigues says :

    Como é dito no texto de Flavita, os ciganos são (provavelmente) originários da Índia. Sua vinculação com o Antigo Egito é lendária e remonta à Idade Média. Mas é por conta dessa lenda que, na Inglaterra, eles são chamados de “gypsys” (uma corruptela de “egyptians”).
    Quanto ao preconceito, é bom saber que os editores do Dicionário Aurélio alteraram o conteúdo do verbete “cigano”, que lhes atribui a condição de “ladrões” e “trapaceiros”.

    Curtir

  21. marcao says :

    Deus me livre, quero distancia de ciganos, os caras só andam com facas, emprestam dinheiro com juros e no dia que é certo para receber eles saem de casa só para os juros crescer, e ficam ameaçando de morte quem não os paga quando eles querem, ciganos são perigosos sim, eu falo para meus filhos ficarem bem distante desse povo

    Curtir

  22. Flavita says :

    Marcão, só aprovei seu comentário, porque acho importante respeitar as opiniões diversas. Mas gostaria de dx bem claro que não concordo com sua opinião, Sinto em seu comentário umtom de desprezo, talvez desafeto msm… Enfim, mas respeito seu modo de pensar….

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: