My Storm

Uma tempestade, tormenta, temporal ou toró é um fenômeno atmosférico marcado por ventos fortes, trovoadas, relâmpagos, raios e chuva, usualmente com duração de dezenas minutos.

As tempestades tiveram grande influência na cultura de muitos povos da antiguidade. Os romanos achavam que tempestades eram batalhas dos Deuses contra os Titãs. Já os índios da América do Norte acreditavam que as tempestades eram serventes de um “Grande píriti”. Em tempos mais recentes, as tempestades tornaram-se alvo da curiosidade dos céticos. Toda primavera, caçadores de tempestades vão às grandes planícies do interior da América Central para explorar os aspectos visuais e artísticos de tempestades e tornados.

Mas não foi por causa desse fenômeno que dei ao meu espaço o nome de “MY STORM”.

A verdade é que gosto muito de chuva… ela faz a gente parar – nem que seja por poucos segundos – para contemplar a dinâmica do planeta. Os pingos no vidro, o cheiro molhado e o barulhinho bom nos interrompem, mandando o recado: “Vá com calma… Há outras coisas acontecendo lá fora.”

Isso se a gente está na frente do computador, em casa ou no trabalho, ou bem abrigado numa cama quentinha…
Na rua, sem guarda-chuva, a situação é outra, a sensação também dependendo do nosso espírito.
A tempestade em questão a que me refiro, é a tempestade emocional, lembro até que houve um período da minha vida em que achava que eu poderia sofrer de boderline. Graças a Deus, exames neurológicos e algum tempo de acompanhamento psicológico comprovaram que não seria o caso…

Explicando:

Cerca de 2% da população no mundo vive além da fronteira que separa o comportamento sociável de uma conduta extremista e autodestrutiva. Nutrem paixões arrebatadoras, são instáveis nas suas relações e têm atitudes intempestivas sem causa que justifique a reação. Com o humor suscetível a altos e baixos, podem ser erroneamente diagnosticadas como portadoras do transtorno bipolar. No entanto, sofrem de um distúrbio de personalidade grave, conhecido como borderline.

O bipolar geralmente tem noção de seu problema, participa de forma mais ativa do seu tratamento e não tem rompantes extremos. O borderline é intenso no descompasso de emoções, não tem limites.

A coisa boa disso tudo, foi poder criar esse espaço onde posso expressar coisas do meu interessee compartilhar com meus miguxos e perceber que conflitos, dúvidas, fazem parte da vida e que de alguma forma somos privilegiados porque podemos aprender até mesmo com essas emoções que ficam embaralhadas dentro de nós mesmos.

Conclusão:

O legal é termos em mente a seguinte idéia… “Vá com calma, veja tudo com calma, sinta tudo com calma, tome decisões com calma, sinta o prazer da vida com calma!”

Anúncios

About Flavita / Misaki

Meu nome é Flavia, mas tenho vários apelidos, dentre eles sou conhecida por Flavita, Hadassa, atualmente Misaki. Tenho 37 anos, sou carioca e um dos meus hobbies é a literatura...Adoro ler!!! Capricorniana, vivo me cobrando... Amo a Anne, minha filhota, por ela faço muitos sacrificios e não me arrependo... Sou geniosa às vezes, pode -se dizer que sou meio díficil de lidar, embora conheça pessoas piores... E como disse a queridíssa Clarice, faço das palavras dela, as minhas: "E se me achar esquisita, respeite também. até eu fui obrigada a me respeitar."

6 responses to “My Storm”

  1. Ivan Soares says :

    As tempestades existem para reorganizar a ordem das coisas e trazer de volta ao equilibrio, o que está fora do eixo.

    Bjs

    Curtir

  2. Inara Souza says :

    Oie… Eu também adoro a chuva! Mas de dentro de casa! shaushushuahsua
    Não… É verdade!
    Mas as vezes para pensar: como uma coisa pode ser tão bela e terrível ao mesmo tempo?
    Enfim…
    Bjus,
    Náh
    http://www.lerdormircomer.blogspot.com/

    Curtir

  3. Ivan Soares says :

    “Nestes lances de sobre-humano desespero, que seria de nós,
    se não nos valesse essa inspiração que nossas mães sabem derramar no coração infantil de seus filhos,
    esta crença indelével na grande divisa, na vida futura, na infalibilidade da Providência.
    Falo-vos assim porque eu também já provei desse cálice.
    Muitas e muitas vezes, abrasado por essas páginas de fogo que geram as imaginações escaldadas,
    eu iludi-me com os panegíricos com que a razão humana tem endeusado a si mesma,
    muitas vezes julguei a inteligência onipotente e absoluta;
    muitas vezes esperei descobrir nos recessos da ciência, desta ciência que já é tão grande,
    a chave para os arcanos do universo,
    o alimento são, completo e abundante para o espírito,
    o bálsamo generoso para as mágoas do coração.

    Deus, porém, estendeu o seu braço para mim e crestou a flor do meu orgulho (…)
    Então, …, achei os livros mudos,
    a razão muda,
    e a filosofia estéril.

    Chorei e abracei-me à cruz. Foi a fé que me salvou”

    Rui Barbosa

    Curtir

  4. Creuza Dolores da Silva de Moura says :

    Quando eu era pequena adorava ficar olhando a chuva pela janela, o cheiro da terra molhada sempre me encantou, confesso que um dia de sol é perfeito mas a chuva sempre foi e sempre será ao menos para mim sinal de boa sorte. todos os momentos importantes da minha vida estão marcados pela presença abençoadora da chuva. o casamento, o nascimento do Elias, o ultimo processo seletivo que participei….
    e estou aprendendo a colocar o pe no freio, e viver com calma apreciando a vida ao meu redor.
    obrigada amiga por me ensinar.

    Bjs

    Curtir

  5. Raíssa says :

    oi amiga amo a tempestade tbm… nada melhor que um dia de chuva, mas contando que eu esteja em casa sob as cobertas lendo um livro…kkkkkk

    Esperando por ti no Romancista viu?

    bjinxxxx

    Curtir

  6. Carla Fernanda says :

    Olá,

    Sempre gostei de chuva! Nada como um friozinho para aconchegarmos no nosso cantinho e lermos um bom livro nessa calmaria e nostalgia desfrutando de uma ótima história!

    Beijos.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: