Olá miguxos!

Então,a partir de hoje estarei postando aqui um resumo de algumas plantas que são utilizadas em tratamento homeopático, isso porque uma das minhas chefes me passou uma lista de ervas para estudar, sendo assim, eu escrevo e ainda compartilho com vocês!

 Hoje vou falar um pouco da Alcachofra:

Alcachofra Resumo:

Planta medicinal protetora do fígado, utilizada contra problemas hepáticos como os cálculos biliares, má digestão, ou ainda, em caso de cirrose. É apresentada em forma de cápsulas. 

Observações:

Esta planta utilizada há muito tempo, pôde mostrar efeitos protetores do fígado (graças à cinarina, um composto da alcachofra) e é uma das mais utilizadas e indicadas para esse tipo de problema.

Ao saborear uma alcachofra, além de consumir um poderoso alimento, você estará  se deliciando com uma flor exótica e medicinal.

Na verdade, a alcachofra (Cynara scolymus) que consumimos é uma flor imatura, pertencente à mesma família das margaridas e dos girassóis – a família das Compostas. Conta-se que ela saiu do jardim e foi para a mesa na época do Império Romano, quando suas propriedades nutritivas e medicinais foram descobertas e a alcachofra passou a ser privilégio apenas da mesa de nobres e reis. Hoje, felizmente, não é preciso ser nobre para desfrutar deste privilégio (apesar do preço ser às vezes proibitivo!).
Considerada uma iguaria exótica, esta hortaliça parece ter sido feita para ser deliciada a cada pétala e não para ser devorada. Afinal, dela consumimos apenas a parte carnuda das “pétalas” e o “fundo” da flor, depois de retirados os espinhos. O trabalho é compensador, se levarmos em conta suas excelentes propriedades nutritivas e medicinais: a cada 100g comestíveis, encontramos boas doses de vitaminas do complexo B, potássio, cálcio, fósforo, iodo, sódio, magnésio e ferro. Para começar, o sabor amargo estimula as secreções digestivas. A água do cozimento da alcachofra é um verdadeiro chá de efeito diurético, estimulante da vesícula biliar e ativador da digestão.As alcachofras foram trazidas para o Brasil pelos imigrantes europeus, há cerca de 100 anos. Nativa do sul da Europa e norte da África é uma planta de clima temperado a frio (média de 20 graus C) e áreas úmidas. Em regiões quentes vegeta bem, mas não forma os botões florais comestíveis.

De agosto a novembro, estamos em plena época de colheita da alcachofra. É quando a encontramos com ótima qualidade e melhores preços. São quatro as variedades mais encontradas no mercado: Violeta de Proença, Roxa de São Roque, Verde Lion e Verde Grande da Bretanha.

A maioria dos nutricionistas concorda: o ideal é consumir a alcachofra no mesmo dia da compra, pois ela começa a perder suas qualidades logo depois de colhida. Na hora da compra, recomenda-se escolher as que apresentarem talo longo e inflorescência firme e bem arroxeada. Para os apreciadores desta flor comestível, os “espinhos” só devem ser retirados após o cozimento – é quando chegamos ao gran finale da iguaria: o famoso fundo da alcachofra. Outro detalhe: recomenda-se consumir a planta logo após o cozimento ou preparo, para melhor aproveitamento de suas propriedades medicinais e nutricionais.

Partes utilizadas:

Folhas

Propriedades da alcachofra

Hepatoprotetora, colerética (estimula a produção da bile) e colagoga (estimula a eliminação da bile).

Indicações:

Problemas do fígado, doença do fígado (cálculos biliares), dispepsia (problema digestivo), inchaços, náuseas, icterícias (amarelão), cirrose, dor de barriga, colesterol (hipercolesterolemia).

Contra-indicação:

Alergia à planta. Queira ler a bula dos medicamentos e pedir conselhos a um especialista.

Preparações à base de alcachofra:

– Cápsulas de alcachofra

– Gotas à base de alcachofra

– Chá alcachofra

Peça conselhos a um especialista quanto à posologia dos medicamentos à base de alcachofra.

Receita:

Fundo de Alcachofra recheado com frango

O legal desta receita, é mesclar um ingrediente sofisticado com outros mais baratos e comuns e assim criar uma harmonia e um custo mais equilibrado. Receita rápida e fácil, anote:
Ingredientes:

1kg de peito de frango congelado Perdigão 1 xícara (chá)  de creme de leite Batavo 1 xícara (chá) de maionese 1 dente de alho picado 4 colheres (sopa) de azeite 300g de fundo de alcachofra em conserva 250g de palmito cortado em tiras meia xícara (chá) de vinho branco 1 acelga japonesa cortada em tiras finas Sal a gosto Sementes de gergelim para salpicar Água para cozimento

Preparo:

Descongele o peito de frango e leve ao fogo para cozinhar em água, sal e vinho. Deixe esfriar, escorra a água e desfie o frango. Reserve.

Em um recipiente, misture a maionese, o creme de leite, o alho o azeite, o palmito e o frango reservado até obter um creme. Reserve.

Disponha em uma saladeira a acelga e recheie os fundos de alcachofra com o creme reservado. Distribua o restante do creme de frango sobre a acelga e, por fim, salpique o gergilim.

Espero que vocês tenham gostado!
Bjs e uma ótima semana pra todos!

Anúncios

About Flavita / Misaki

Meu nome é Flavia, mas tenho vários apelidos, dentre eles sou conhecida por Flavita, Hadassa, atualmente Misaki. Tenho 37 anos, sou carioca e um dos meus hobbies é a literatura...Adoro ler!!! Capricorniana, vivo me cobrando... Amo a Anne, minha filhota, por ela faço muitos sacrificios e não me arrependo... Sou geniosa às vezes, pode -se dizer que sou meio díficil de lidar, embora conheça pessoas piores... E como disse a queridíssa Clarice, faço das palavras dela, as minhas: "E se me achar esquisita, respeite também. até eu fui obrigada a me respeitar."

8 responses to “”

  1. Creuza Moura says :

    Hehe eu achava que alcachofra era para varises! kkkkkkkk

    particularmente eu nao gosto do sabor do fundinho, além de que o valor do prato é realmente fora dos meus padrões orçamentários apertadus.

    excelente a iniciativa de compatilhar o conhecimento.

    bjs

    Curtir

  2. Selma Schuler says :

    Tenho que confesar que nunca comi alcachofra kkkk mas vou olhar pra ela com outros olhos daqui pra frente…

    bjus seu blog continua lindo como sempre =)

    Curtir

  3. kelina says :

    Tenho curiosidade sobre o gosto da alcachofra…. como será? Nunca vi por aqui por perto.

    Curtir

  4. Marcia says :

    Mto interessante!

    Curtir

  5. Carla Fernanda says :

    Oi, Flavia.

    Adorei as curiosidades e as propriedades a respeito da Alcachofra que desconhecia completamente. Nunca comi e pelo que já vi na tv, é tão difícil de preparar! (risos).

    Beijos..

    Curtir

  6. Mili says :

    Gente muito interessante essas informações,não tenho o hábito de comer alcachofra,mais depois dessas informações irei experimentar e tentar que faça parte da minha alimentação .
    bjos

    Curtir

  7. Rogue says :

    Muito legal, informações assim são sempre bem vindas….vc aprende e nos aprendemos..rsrs

    Bjao amiga

    Curtir

  8. Catarina says :

    Flavita, seu blog esta show.
    xeruuuuuuu.

    Catarina

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: