Archive | setembro 2008

Insônia

E aí galera??? Estou aqui com uma baita insônia, o site de poker me bloqueou por ter excedido minhas jogadas e estou sem paciência para postar livros… Ai, quando o Paulo ler isso aqui, com certeza vai ficar meio zangado, mas é verdade….
Daí resolvi vir aqui no meu refúgio, onde não existe regras pra falar o que quer que seja.
Essa semana foi super agitada apesar de estar meio dodói… Baixei algumas séries que eu curto, assisti, loquei alguns vídeos, dei boas gargalhadas com a Anninha e tbm briguei muito porque não sou perfeita, recebi a visita de meus sogros aqui em casa e apesar de ficar sempre aflita quando eles resolvem vir, quando chegam aqui, acabo gostando muito…
Senti falta de algumas gurias da Net. A Rafinha que apesar dos recadinhos fofos que me manda no orkut, bom mesmo é papear no msn, A Creuza, essa guria me faz falta ao tel, mas como a Telemar é uma empresa estressante, eu até perdôo… kkkkk A Raíssa com altas dicas sobre livros… A Cássia que entrou ontem no msn por uns 5 minutos depois de meses e sumiu…..
Ah, galera, muita gente que eu sinto falta… Se ficar escrevendo aqui, vai ser super complicado, aliás, ninguém vai querer ler esse post.
Pois é, eu sofro de insônia… Apesar de ouvir diversas críticas à respeito, esse é um mal que não desejo  a ninguém. Imagina, vc olhar pro lado e ver todo mundo dormindo e vc querendo esse tempo de paz, onde pode descansar a cabeça e às vezes entrar no mundo dos sonhos… Tão bom!
Vejo o Paulo dormindo e sei que quando está sonhando ele sorri… A Anne às vezes fala, ri… A expressão de felicidade é vísivel, vcs já prestaram atenção na expressão facial de alguém dormindo? Eu acho que dá pra ter uma idéia de como foi o dia da pessoa, assim sem ter que perguntar ou falar absolutamente nada. 

Engraçado que antes de vir aqui, eu sempre penso no que vou postar, ou sobre o que vou falar, que tema é melhor para abordar… Pelo certo deveria estar falando sobre a História de São Cosme e Damião, afinal, hoje é o tradicional dia de doces… As crianças adoram a farra de sairem pedindo doces… Mas vamos tentar entender o real da data?
Vamos a curiosidade da data: Os Santos Gêmeos morreram cerca de 300 anos A.C
Sua festa é celebrada hoje, 27 de setembro, mas a igreja católica comemora no dia 26, já que dia 27 a igreja entende ser dia de São Vicente de Paulo.
(Alguém já ouviu falar nesse santo?)
Mas vamos aos irmãos, eles são de origem Árabe para quem não sabe e estudaram medicina na Síria, se tornaram santos por praticar medicina sem qualquer tipo de remuneração, foram martirizados na Síria embora ninguém saiba relatar os fatos de suas mortes.
Há várias versões sobre suas mortes embora nenhuma possa ser comprovada por algum tipo de documento histórico. Uma das fontes relata que foram acusados de feitiçaria e que eram inimigos dos romanos, alguns afirmam que os irmãos foram degolados, mas como disse antes, não há uma prova concreta à respeito.
Semelhança com a mitologia grega:
Alguns grupos concentram seus esforços para demonstrar que Cosme e Damião não existiram de fato, que eram apenas a versão cristã da lenda dos filhos gêmeos de Zeus, Castor e Pólux.
Sinceramente não consigo ver conexão entre os gêmeos e doces…
Ou a festa feita em homenagem a São Cosme e Damião.
Mas não estou aqui com o intuito de estragar o dia festeiro das crianças que gostam de correr atrás de doces… Só deixo um pequeno recadinho.
Não sejam afoitos, prestem atenção ao atravessar a rua, não briguem por causa de doces, não vale a pena, é melhor comprar se não está disposto a dividir… Pode parecer bobagem, mas escrevo isso aqui, porque normalmente esse dia faz com que alguns lugares virem uma desordem, crianças de várias idades, muitas vezes sozinhas carregando irmãos menores… Pai e mãe, não vou julgar se sua atitude é certa ou errada em permitir, mas um pouco de zelo nessas horas evitam acidentes terríveis.
Bem galerinha comam muitos doces, comprados ou não.
Vou tentar dormir um pouquinho… A todos vcs um LINDO DIA!!!!!

Anúncios

Meditação

Boa tarde!
Estava pensando sobre algumas coisas em que já pude vivenciar e me dei conta que desde os treze anos de idade, gosto de escrever… Levando em consideração que estou chegando na casa dos 30… Acho que deveria escrever melhor…
Aos treze anos minhas tarefas para escrita eram bem mais comuns, como postar meu diário, onde escrevia tudo, exatamente tudo que fazia, sendo coisas certas ou não… O que na época era um problema, porque vivia com medo de que ele caísse em mãos erradas… Mas isso é coisa de garota mesmo!
Acho que entendi como era bom escrever em 1993, quando fui para um acampamento interdenominacional… Lá a tarefa era mais complexa, porque tínhamos que ler um trecho da bíblia que já tinha sido estípulado pelo líder e ali, às 6:00hs da manhã, em meio a natureza, sozinha… tinhamos que meditar sobre o que estávamos lendo… Ali, percebi a importância da leitura… Não basta apenas ler, importa o que vc tira de proveito do que leu, o que o texto quis te mostrar… Como vc pode usar as instruções do que leu em sua vida, no dia-a-dia. Depois de 1 hora de meditação, às 8:00hs tínhamos que apresentar nossas meditações para outros integrantes do acampamento… Fazíamos uma redação com base do que lemos e apresentávamos… E durante aquele mês, com toda a dificuldade que tinha para acordar cedo… lembro-me que como pontuávamos se chegássemos ao salão cedo… as meninas do meu grupo, me carregavam literalmente para que não perdesse pontos… rs. Mas voltando… Era a melhor parte, onde eu pudia expressar o que pensava sem importar se todos concordavam com meu ponto de vista… Depois, podíamos trocar impressões à respeito e até defender nossas teses pessoais.
Como esse acampamento começou em Manaus e viajamos por outros estados, no meu caso tive oportunidade de estar em Caracas e conhecer outra cultura, foi uma experiência muito interessante… Outra coisa que fazia ser interessante era o fato de estar com várias pessoas de vários estados e de várias denominações diferentes, cada uma com suas características singulares… Engraçado que alguns não mudaram muito com o tempo… Por exemplo, André Valadão que naquela época já era cantor … Chegamos a cantar juntos, se não fosse a antipatia gratuita, poderíamos ter sido bons amigos… E hoje o vejo na mídia gravando cds e dvds. Realmente já imaginávamos que o futuro dele seria assim, se apresentando diante de grandes públicos…  Meu próprio primo que chegou com a novidade de que queria ser missionário e que sua missão era na África, não me surpreende vê-lo hoje na Ásia, e no Oriente Médio fazendo aquilo que acredita ser certo. Eu tenho até uma posição muito definida à respeito dessas coisas, mas não me dou o direito de julgá-lo, ou julgar o André Valadão… Cada um ta fazendo aquilo que gosta e que acredita ser sua missão aqui na Terra.
Os anos passaram e eu não me sinto inferior por não ter seguido o mesmo destino tão bem visto pelas pessoas próximas a mim… Porque nesses anos em que me permitir viver, escolher, quebrar a cara, aprender o que é certo ou errado, eu cresci, amadureci, meditei sobre diversas questões sem preconceito, sem medo, apenas analisei cada situação e hoje tenho uma opinião formada baseada em fatos vividos, vistos.
Acho que acabei falando bastante de mim hoje e confesso que essa não era minha intenção inicial, mas a idéia que tentei passar aqui é que vale a pena meditar sobre as coisas… Até as mais corriqueiras, procurar entender sem prévios julgamentos… Entender porque seu filho não se dá bem com a professora, sem achar que a culpa é só dela, ou só dele… Entender porque alguém tem que morrer um dia, Entender que as pessoas em geral erram, então seria muito nobre se perdoássemos o próximo por mais díficil que essa atitude nos pareça…
Ler é uma benção e entender o que se lê ou apenas entender o que o ciclo da vida quer nos mostrar a medida que pessoas e coisas nos cercam… é um exercício. tenha certeza que ao praticá-lo vc sairá ganhando muito, mesmo que nem sempre o entenda muito bem….

Beijos a Todos

Filhos…

Olá, volto eu com um tema muito comum, filhos… Podem ser os nossos, ou o dos nossos irmãos, ou o dos nossos vizinhos… Enfim, são criaturas adoráveis e insuportáveis, não? hahahahahaha
Sério! Eu tenho uma guria de 12 anos, que é parte da minha essência, não sei como seria, se ela não existisse, provavelmente teria que inventá-la!
Uma responsabilidade que nos acompanha a té o final de nossas vidas, choramos, sorrimos e aprendemos com eles… Não é de todo verdade que o cordão é cortado no momento da concepção em si. Vejam, quem não lembra do caso da mulher que se atirou em cima de um jacaré para salvar a vida do filho? E que loucuras vc estaria disposto a fazer por essas queridas pessoinhas a quem amamos tanto?
O fato é que precisamos aprender a entender nossos filhos. Por isso sugeri o tema. Moro no estado do Rio de janeiro, onde a violência é uma constante e onde as dificuldades sócio-econômicas acabam por desviar jovens de futuros brilhantes… Muita das vezes não é por questões financeiras que adolescentes se envolvem com o mundo do crime, ou com drogas ou má companhias… O problema na maioria das vezes está em casa… Onde ele não encontra liberdade em se expressar, ou não sente confiabilidade nos próprios pais, que deveriam ser seus auxiliadores, e com isso, encontram um “amigo” nas pessoas erradas, que ficam à expreita com um oportunismo barato e no final das contas o desfeixo costuma ser trágico.
Temos que entender que eles foram feitos para o mundo sim, mas cabe a nós orientarmos bem o trajeto que devem traçar, entender que eles têm suas caracteristicas particulares, eles são indivíduos aprendendo a caminhar nessa incógnita chamada Vida. Devemos respeitar suas preferências e ensiná-los o que é certo e errado, respeitar seus gostos, e ensiná-los como é bom tratar com respeito o próximo, pois só dessa maneira receberemos o mesmo… Mostrá-los que vivemos sim em um mundo desigual, mas que independente disso, podem sim fazer a diferença com pequenos gestos e atitudes… Confesso que não é fácil ser pais hoje em dia. Mas já se perguntaram como seriam se não os tivesse? Se vc é pai ou mãe ou pretende ser pai ou mãe algum dia… Pense nisso não como um fardo, mas como uma dádiva divina, um presente … Ame muito esse presente, aproveite cada instante único e vc não se surpreenderá quando perceber que enquanto estava tentando ser pai ou mãe… ensinando acerca da vida, vc aprendeu o equivalente e no final das contas, não perdeu tempo algum. Só ganhou experiência, alegria e um pouco mais de maturidade.

Beijos e Boa Noite
Lindo Sábado pra vcs
!

%d blogueiros gostam disto: